d_amamentacao

Qual a importância da amamentação materna nos bebês?

amamentacaoO primeiro reflexo neuro vegetativo do recém nascido é a sucção, que vem junto com a respiração nasal, e que vão proporcionar a subsistência da criança e o seu desenvolvimento. No desenvolvimento crânio facial, o ato de sucção representa o início dos “exercícios” essenciais para o crescimento da face, especialmente da mandíbula, que se encontra retroposicionada (isto é, “para trás”), e a amamentação solicita do bebê de 4 a 5 vezes mais sucções do que faria com a mamadeira, além de estreitar a relação entre mãe e filho, e dos benefícios nutricionais que o leite materno traz.

 

Núcleo Especializado em Odontologia

Compostos encontrados no cigarro

Fumo está relacionado a sérios problemas periodontais

Compostos encontrados no cigarro

Compostos encontrados no cigarro.

A organização Mundial da Saúde (OMS) considera o tabagismo como a principal causa de morte evitável em todo o mundo. Segundo dados da Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tsiologia, no Brasil, cerca de 30% da população adulta é fumante. Além disso, estima-se que ocorram a cada ano 125 mil mortes no país por doenças associadas ao fumo.

O tabagismo é a principal causa de muitas doenças pulmonares, como a bronquite crônica, o enfisema pulmonar, o câncer de pulmão e está associado ainda a tumores na língua, na garganta, no lábio, na boca e na laringe, e também pode causar necrose e doenças cardiovasculares.

Com o objetivo de conscientizar a população sobre o assunto e diminuir os riscos destas doenças, foi criado pela Lei Federal nº 7488, de 11 de junho de 1986, o Dia Nacional de Combate ao Fumo, celebrado em 29 de agosto. A lei estabelece que durante a semana que antecede a data seja lançada uma campanha de âmbito nacional para alertar a população, em particular os adolescentes e jovens, sobre os males causados pelo fumo à saúde.

A nicotina é considerada pela OMS uma droga psicoativa que causa dependência e age no sistema nervoso central como a cocaína. Por isso, o tabagismo é classificado como doença e está inserido no Código Internacional de Doenças (CID-10) no grupo de transtornos mentais e de comportamento devido ao uso de substância psicoativa.

Segundo o Inca (Instituto Nacional de Câncer), a nicotina aumenta a liberação de catecolaminas, causando vasoconstrição, acelera a frequência cardíaca, causa hipertensão arterial e provoca uma maior adesividade plaquetária. A nicotina está relacionada à perda óssea alveolar e inserção periodontal, formação de bolsas periodontais e, consequentemente, perda de elementos dentais.

O periodontista, Eduardo Saba-Chujfi, afirma que a vasoconstrição causada pela nicotina compromete a nutrição tecidual, agrava os problemas periodontais, assim como, o processo de cicatrização após as cirurgias. Durante uma cirurgia de descolamento ou enxerto de tecidos conjuntivo ou ósseo existirá uma natural diminuição da vascularização. “O cigarro reduz o potencial de oxigenação tecidual e do fluxo sanguíneo, dificultando o processo de reparação. Compromete também o sistema respiratório, portanto, deixa o paciente mais suscetível às infecções, problemas cicatriciais, necrose e intercorrências referentes à anestesia, podendo facilitar as tromboses e embolias.”

O fumo proporciona o agravamento das inflamações gengivais, o surgimento do câncer de boca, o manchamento dentário, a xerostomia e a halitose. “Por reduzir o fluxo salivar, aumenta o número de cáries, reduz a resistência local, além de expor a pessoa ao câncer bucal. O hábito de fumar aumenta também a temperatura bucal e favorece a proliferação de determinadas bactérias. É importante ressaltar que a viscosidade da saliva provocada pelo cigarro dificulta a limpeza natural dos dentes e gengivas”, explica o diretor da EAP e estomatologista, Arthur Cerri.

De acordo com a Sobrape (Sociedade Brasileira de Periodontia), fumantes podem apresentar gengiva mais fibrótica com aspecto ressecado. A presença de retrações gengivais também tem sido observada em tabagistas, e o maior acúmulo de tártaro.

Cirurgião-Dentista como promotor da saúde.

O câncer de boca ocupa uma posição de destaque entre os tumores malignos do organismo devido à sua relativa incidência e mortalidade. A combinação de bebidas alcoólicas e o consumo de tabaco é uma das maiores causas das neoplasias bucais.

Segundo Artur Cerri, a participação do Cirurgião-Dentista é fundamental no diagnóstico precoce da doença. “Não podemos esquecer que as doenças cancerizáveis são assintomáticas, portanto, é comum que passem desapercebidas. O Cirurgião-Dentista, acima de tudo, deve orientar seu paciente sobre os riscos do fumo, incentivar o auto exame e sempre que necessário realizar a biopsia.”

Cerri afirma que uma regra simples e eficaz é: Qualquer lesão que não regride num prazo de 15 dias deve ser biopsiada. “É uma pena, mas 85% dos casos de câncer bucal são diagnosticados em fases avançadas. Esse percentual seria infinitamente menor se a regra fosse aplicada.”

De acordo com a OMS, os Cirurgiões-Dentistas devem exercer a primeira linha de prevenção antitabagismo: motivar os pacientes para não fumarem e explicar os malefícios que o fumo traz sobre dentes e sobre implantes, principalmente, se estiver associado a outras condições sistêmicas. “Costumo dizer aos meus alunos que, mesmo que o Cirurgião-Dentista fume, deve orientar os pacientes para não fumarem. Devemos, ainda, enfatizar que o fumo associado ao álcool tem um efeito devastador sobre o organismo. É uma associação extremamente perigosa que facilita o desenvolvimento do câncer bucal e nos demais órgãos do corpo humano”, finaliza Eduardo Saba-Chujfi.

d_escovacao

A Escovação Correta Aumenta a Eficácia do Aparelho

d_escovacaoQuem faz tratamento ortodôntico precisa ir ao ortodontista praticamente todo mês. Ele verifica a situação do aparelho e confere se a pressão exercida sobre os dentes está adequada para a obtenção do efeito desejado.

A regularidade das consultas também é muito importante para detectar possíveis problemas. Se a pessoa está com dificuldade de manter os dentes limpos, o dentista/ortodontista deve mostrar a técnica correta de escovação e uso do fio dental para quem usa aparelho. Muitos dentistas/ortodontistas recomendam que toda pessoa que usa aparelho deve limpar os dentes depois de cada refeição ou sempre que come, sendo que alguns recomendam ainda bochechar com flúor para evitar a formação de placa nos lugares mais difíceis de ser alcançados pela escova de dentes.

Toda pessoa que usa aparelho deve adotar um sistema de limpeza em duas etapas: escovar de cima para baixo e depois de baixo para cima – para deslocar melhor eventuais partículas de comida presas nos bráquetes. Há também escovas projetadas especialmente para limpar entre os bráquetes. Ao passar o fio dental, use um passa-fio ou fio com ponta rígida para passar o fio por baixo do arco metálico, entre os dentes e depois sob os dentes, tomando cuidado para não fazer pressão sobre o arco. E caso o ortodontista não mencione, é bom lembrar que o tempo gasto na limpeza de dentes com aparelho é três vezes maior, portanto planeje-se para isso.

d_alimentos

Alimentos que fazem bem aos dentes

d_alimentosNão é nada agradável ter que se privar de coisas gostosas como biscoitos e doces. Mas quando se trata da cárie, nossas escolhas em matéria de comida têm um papel muito importante. Há alimentos que fazem mal aos dentes, enquanto outros possuem nutrientes essenciais que os conservam fortes e saudáveis. Para combater a cárie, dê preferência aos seguintes alimentos:

Cálcio

O cálcio é um ingrediente nobre na prevenção da cárie, principalmente para crianças em fase de crescimento. Uma grande fonte de cálcio são o leite e seus derivados, como iogurte e queijo, e ele não fica depositado na gordura do alimento, o que faz do leite desnatado e do iogurte light ótimas opções. Outras opções são verduras verdes, como brócolis e couve chinesa, peixe, amêndoa, castanha-do-pará e feijão.

Frutas, Fibras e Hortaliças

A ingestão de alimentos ricos em fibras aumenta o fluxo de saliva, o que por sua vez aumenta a produção de defesas minerais que combatem a cárie. Grandes fontes de fibra são as frutas secas, como damasco, uva passa e figo, e as frutas frescas, como banana, maçã e laranja. Outras opções são leguminosas e verduras, como feijão, couve de bruxelas, ervilha, amendoim, amêndoa e farelo de trigo.

Grãos Integrais

São ricos em vitamina B e ferro, importantes para a saúde da gengiva. Os grãos integrais também possuem magnésio, um ingrediente muito importante para os ossos e dentes, fora o fato de serem muito ricos em fibra. Farelo de trigo, arroz integral e cereais integrais e massas feitas com cereal integral são excelentes fontes de grãos integrais.

Doces

Quando dá aquela vontade de comer, pense em alimentos saudáveis, como os mencionados acima. Tente afastar-se dos doces, porque o açúcar se associa à placa e enfraquece o esmalte do dente, deixando-o mais vulnerável à formação de cáries. Na verdade, toda vez que comemos alguma coisa doce, nossos dentes passam os 20 minutos seguintes sob estado de sítio.
A Pirâmide Alimentar

Ao procurar uma dieta saudável para seguir, que faça bem aos dentes e ao corpo todo, procure ater-se à pirâmide alimentar. Sua estrutura indica as proporções de todos os grupos alimentares que precisamos ingerir ao longo do dia.